Buscar no site




















Dependência

O que voce gostaria de saber

descriçao

É uma conduta produzida pelo impulso irresistível de executar uma ação irracional ou contrária à vontade da pessoa que a executa. É uma doença - ou, mais exatamente, uma síndorme - constituída por uma série de sinais e sintomas característicos. Existe dependência a substâncias psicotrópicas ou a atividades ou, inclusive, a relacionamentos. Foram informadas dependências a: Substâncias psicotrópicas, incluindo álcool, nicotina e outras drogas Jogos de azar Comida ou componentes comestíveis tais como o açúcar ou as gorduras Sexo ou atividade sexual Trabalho Relacionamentos interpessoais, principalmente de casais As drogas podem causar dependência psicológica ou dependência psicológica e física.

causas

A origem da dependência decorre de múltiplos fatores: existem fatores biológicos, genéticos, psicológicos e sociais. Os estudos desenvolvidos demonstram que podem existir alterações neuroquímicas nas pessoas dependentes, e que também é possível que existam predisposições biogenéticas para o desenvolvimento da doença. A natureza exata da dependência continua sendo alvo de estudos.

sintomas

Alguns dos sintomas mais característicos da dependência são: Dano ou deterioração progressiva da qualidade de vida da pessoa, em decorrência das conseqüências negativas da conduta dependente. Perda de controle, caracterizada por uma prática compulsiva da conduta dependente. Negação ou auto-engano, apresentados como uma dificuldade para perceber a relação existente entre a conduta dependente e a deterioração pessoal. A continuidade da prática, a pesar dos prejuízos pessoais e familiares decorrentes.

diagnosticos

Geralmente o paciente dependente não percebe que está doente, por conseguinte, a doença é identificada por alguma pessoa próxima a ele, diante da conduta compulsiva.

tratamentos

Os procedimentos a serem aplicados no tratamento do abuso de substâncias dependem do entorpecente utilizado, do padrão de consumo, da disponibilidade de um sistema de apoio psicossocial e das características individuais de cada doente. Em linhas gerais, procura-se alcançar dois objetivos: a abstinência da substância e a obtenção de bem-estar físico, psiquiátrico e psicossocial do doente. Durante os longos períodos de abuso de substâncias, muitas vezes ocorre uma deterioração importante nos sistemas de apoio psicossocial do paciente. Um apoio adequado é de grande utilidade para facilitar a complexa mudança na conduta, necessária para que o dependente abandone o abuso de substâncias. A terapia pode ser ambulatorial ou sob regime de hospitalização. A pesar de que o regime ambulatorial é mais natural, pois o doente não fica isolado, ele pode estar exposto a maior quantidade de tentações, tornando o tratamento mais difícil. Depois de um período inicial de desintoxicação, o paciente deve participar de um programa de reabilitação por um longo período. Durante o tratamento, são de grande utilidade as psicoterapias individuais e familiares.