Buscar no site




















Diabetes

O que voce gostaria de saber

descriçao

A diabete melito é uma moléstia pela qual os valores de glicose no sangue são elevados, seja porque o corpo não libera insulina - substância encarregada de controlar os valores do açúcar no sangue - seja por não ser utilizada de maneira adequada. Existem dois tipos principais de diabetes: a diabetes insulino-dependente (tipo 1) e a diabetes não-insulino-dependente (tipo 2).

causas

A diabetes do tipo I é produzida por um dano severo no pâncreas que pode decorrer de diversos fatores (infecção ou deficiência nutricional), mas a causa é a destruição das células que produzem insulina. Sem insulina, a glicose permanece no sangue sem entrar nas células. Para sobreviver, uma pessoa com diabetes tipo I devem receber injeções de insulina periódicas. Essa diabetes é mais freqüente em pessoas menores de 30 anos de idade. A diabetes do tipo II é uma deficiente produção e aproveitamento da insulina produzida pelo pâncreas. É característica de crianças e adolescentes e muito comuns em pacientes idosos.

sintomas

Quando aumenta a concentração de açúcar no sangue, a glicose passa para a urina, e os rins produzem mais água para dilui-la. Por conseguinte, elimina-se também grande quantidade de água, que produz a sensação de sede e de fome. Também pode aparecer sonolência, náuseas, cansaço e visão borrada. A diabetes tipo II, em troca, pode não apresentar nenhum sintoma durante um longo tempo. Mas, quando a insuficiência insulínica progride, os sintomas começam a se manifestar.

diagnosticos

A diabete é diagnosticada a partir dos valores elevados de açúcar no sangue. Isso é detectado com uma análise de sangue comum, um exame médico de rotina ou quando o paciente adverte a presença de sintomas ou quanto existem antecedentes familiares da mesma doença.

tratamentos

O principal objetivo é regular os valores de açúcar no sangue. Deve-se procurar que fique dentro dos valores normais, a fim de evitar complicações. Deve ser controlado com regularidade o peso, realizar exercícios e manter uma dieta com escassa quantidade de doces. Os diabéticos apresentam tendência a exibirem valores altos de colesterol; por conseguinte deve ser considerado esse fato ao programar uma dieta, limitando a ingestão de gordura saturada. Devem ser realizados controles oculares periódicos, com o fito de controlar os transtornos dos vasos sanguíneos que possam produzir cegueira.