Buscar no site




















Gangrena

O que voce gostaria de saber

descriçao

A redução da chegada do fluído sanguíneo a uma área determinada e a decorrente invasão de bactérias, produz a morte do tecido, conhecida como gangrena cutânea.

causas

Ocorre quando uma área é infetada por bactérias, principalmente as anaeróbicas, que se desenvolvem em ambientes sem oxigênio e dentre as quais achamos os clostridium. A infecção pode ocorrer horas ou dias depois de ter ocorrido uma ferida por causa de uma intervenção cirúrgica, ou uma lesão grave (por exemplo, o esmagamento de um membro). Apresentam maiores possibilidades de serem acometidas por esta moléstia aquelas pessoas com má circulação.

sintomas

A pele esquenta e inflama devido à infecção, e também apresenta uma cor pálida, depois vermelho ou bronze, até atingir uma cor esverdeada. Vesículas com líquido marrom e odor fétido podem aparecer embaixo da pele. Em certas ocasiões, essas vesícula contém bolhas, que podem ser apalpadas, geradas pela liberação de gases produzidos pelo clostridium. A gangrena pode se desenvolver gravemente em poucas horas e destruir a pele e os músculos e, nos casos extremos, produzir choque, delírio e morte.

diagnosticos

O diagnóstico é extremamente claro diante dos sintomas acima. A presença do gás produzido pelo clostridium pode ser detectada por Rx, tomografia computadorizada ou ressonância magnética; esses dois últimos métodos permitem avaliar a quantidade de tecido necrosado. O tipo de bactéria que causa a infecção pode ser determinado pela análise laboratorial (cultura) do líquido extraído da ferida.

tratamentos

É freqüente a prescrição de um antibiótico de amplo espectro diante da possibilidade de uma gangrena, inclusive antes de receber os resultados dos testes laboratoriais. Desse modo, é possível ganhar tempo e evitar que a doença progrida. Geralmente é retirado o tecido necrosado e nos casos de má circulação é necessário amputar um membro para evitar uma infecção generalizada. Uma terapia com oxigênio a alta pressão detém a invasão de clostridium e é também um recurso contra a gangrena cutânea.. O tratamento da gangrena nem sempre é bem sucedido: 20% das pessoas acometidas por essa moléstia evoluem ao óbito.